Banco do Tempo

É como uma carta ao filho este projeto coreográfico e emotivo. Através do movimento e da relação entre corpos, criam-se diálogos no espaço, sobre a memória, o pensamento, o medo, o crescimento, o amor e outras brincadeiras, mais ou menos sérias. Para falarmos de tudo isto, precisamos de dançar. A partir do coração. Um homem e uma criança. Um pai e um filho. E um fio invisível a traçar caminhos e memórias num mapa afetivo. Estiveram sempre à espera um do outro. Em que tempos imemoriais se conheceram? Dá-me a tua mão. Abraça-me por dentro. Vamos dançar.

An
2014
Durata
40 min.
Regizor
Romulus Neagu
Echipa
Muzica Live André Cardoso Lumini Cristóvão Cunha
Distribuție
Tiberius Neagu, Romulus Neagu
Producători
INTRUSO, Festival Jardins Efemeros-Viseu.